InspireSignos

Seu par é de um signo antes ou depois do seu? Entenda como isso te afeta.

É bem provável que você não saiba, mas quando se envolve com alguém que é do signo anterior ou posterior ao seu, o relacionamento não vai passar imune. Bastante comum, esse tipo de situação não é de todo mau, porque traz aprendizado para as duas pessoas.

A astróloga Maura Lanari explica que a mandala zodiacal é uma representação simbólica da totalidade do ser humano. “A sequência dos signos guarda uma relação entre os movimentos do tempo e das estações e, assim, cada signo traz um pouco do seu anterior e prepara o terreno para a manifestação do próximo”, diz.

Segundo a especialista, o signo anterior (erroneamente chamado de inferno astral) representa o nosso inconsciente, provocando mecanismos de identificação, sobretudo com nossas inadequações. Por outro lado, o signo posterior significa uma relação de propriedade, no sentido de apropriação de valores.

A seguir, com ajuda da astróloga Maura Lanari, você descobre o que é esperado de uma relação com signos tão próximos ao seu.

Peixes – ÁRIES – Touro

Ao se relacionar com seu signo anterior, Áries se depara com o “caos pisciano”. O primeiro signo do zodíaco, que é simples, enérgico, direto e afirmativo, ao se conectar com alguém de Peixes, se vê envolvido e se rende à ausência de limites, à falta de foco e subjetividade e à passividade, típicas de um pisciano. Já quando se conecta com o signo posterior, Áries se beneficia ao se apropriar da calma, da praticidade, da segurança e da sensualidade taurinas, incorporando o que signo seguinte tem de melhor a oferecer.

Áries – TOURO – Gêmeos

Num relacionamento com Áries, o doce e pacato taurino pode ver despontar um quê de agressividade e até de violência, que é uma característica negativa ariana. Em contrapartida, quando se liga a Gêmeos, costuma se apropriar das qualidades do signo subsequente, como flexibilidade e curiosidade. Gêmeos também traz para touro  um pouco de movimento, que normalmente não é o forte dele.

Touro – GÊMEOS – Câncer

Ao se envolver com Touro, Gêmeos  pode perceber que a sua preguiça vem à tona. Às vezes, isso se reflete na falta de interesse por tudo aquilo que não é muito concreto, fazendo do geminiano uma pessoa que duvida de qualquer coisa. No entanto, quando se relaciona com Câncer, ele vê aflorar sua imaginação e intuição, bem como seu lado romântico, que adivinha o pensamento do outro.

Gêmeos – CÂNCER – Leão

Quando se relaciona com Câncer, pode ser despertado no leonino aquele lado conhecido do arquétipo da criança mimada, muito exigente, quase tirânica. É como se o cuidado canceriano provocasse esse comportamento. Com Virgem, Leão  se apropria da capacidade planejadora e detalhista do signo seguinte para seus grandes projetos (que geralmente são bem grandes) e pode se tornar o mestre da organização.

Leão – VIRGEM – Libra

Se Virgem  escolhe um companheiro de Leão, a situação pode despertar nele uma dificuldade de lidar com a crítica, um certo pedantismo e um autoritarismo, além de inveja. Já quando se relaciona com Libra, o próximo signo vai acionar em sua vida a cautela e o cuidado, a atenção em todos os relacionamentos. E uma postura objetiva e pragmática, porém astuta e flexível, diante das situações.

Virgem – LIBRA – Escorpião

No relacionamento com o signo anterior, parece que é acionado o botãozinho da frieza e da atitude controlada de Virgem em Libra, . A crítica virginiana também pode reforçar a já conhecida indecisão libriana. Enquanto isso, ao se vincular com o signo que vem adiante, Escorpião aumenta o poder de estratégia e equilíbrio típicos de Libra.

Libra – ESCORPIÃO – Sagitário

O distanciamento e a energia de impessoalidade, próprios de Libra, podem gerar em Escorpião  uma intensidade de sentimentos fantasiosos, como o ciúme e a vingança. Por outro lado, ao se conectar com Sagitário, o escorpiano se beneficia da expansão sagitariana para explorar as situações difíceis e perigosas, com coragem e determinação.

Escorpião – SAGITÁRIO – Capricórnio

Quando Sagitário  se envolve com Escorpião, as inadequações que podem ocorrer se refletem na ausência de limites, no medo que acaba sendo escondido atrás de aparências e em um certo fanatismo. Já com Capricórnio, pode surgir uma ação movida por convicções nobres, planos grandiosos e objetivos distantes, além de trabalhos junto ao parceiro, quando há ideais partilhados pelos dois.

Sagitário – CAPRICÓRNIO – Aquário

Numa relação de Capricórnio  e Sagitário, os pontos problemáticos que podem surgir são basicamente o exagero a tudo que tange trabalho e obrigações. Com Aquário, o capricorniano começa a suportar as responsabilidades de uma forma muito adequada e tem uma visão objetiva e impessoal das questões.

Capricórnio – AQUÁRIO – Peixes

O relacionamento com Capricórnio  pode levar o aquariano a uma certa frieza, à impessoalidade e à dificuldade a qualquer tipo de insubordinação. Já na junção com Peixes, as qualidades que aquário  incorpora são as do altruísmo, da intuição, e um conhecimento mais vasto, de sabedoria.

Aquário – PEIXES – Áries

A relação entre Peixes  e Aquário, muitas vezes, acaba levando à ausência de limites e a uma certa inconstância na vida do pisciano. No outro lado, quando há a combinação com o signo posterior, Áries desencadeia em Peixes a coragem e a determinação.

Por Glau Gasparetto, em colaboração para Universal

Fonte: Altoastral

Para mais conteúdos como este, clique aqui

Etiquetas
Mostrar mais

Nation POP

Este conteúdo foi produzido com muito amor por todos da Equipe #OGL, parte dele ou convidados maravilhosos <3
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar